top of page
Post: Blog2 Post

Água do Oceano Avança Abaixo da "Geleira do Juízo Final" na Antártida, Revela Estudo


Plataforma de gelo Thwaites Alexandra Mazur/University of Gothenburg

Um estudo recente, baseado em dados de radar do espaço, trouxe à luz uma preocupante descoberta sobre o Glaciar Thwaites, também conhecido como "geleira do Juízo Final", localizado na Antártida ocidental. Esta gigantesca formação de gelo, tão vasta quanto o estado da Flórida, tem sido objeto de preocupação devido ao seu potencial colapso, que poderia desencadear um aumento catastrófico do nível do mar.


A análise dos dados revelou que a água salgada e relativamente quente do oceano está avançando quilômetros abaixo da superfície da "geleira do Juízo Final", causando um processo de derretimento vigoroso no fundo do glaciar. Esse fenômeno, antes subestimado, pode ter sérias implicações para as projeções globais de aumento do nível do mar.


O Glaciar Thwaites, por sua localização geográfica e características específicas, é considerado o mais vulnerável e instável da Antártida. Sua configuração topográfica permite que a água oceânica corroa seu gelo, tornando-o especialmente suscetível ao derretimento. Atualmente, já contribui com 4% do aumento global do nível do mar e detém gelo suficiente para elevar o nível do mar em mais de 60 centímetros. No entanto, se colapsar completamente, estima-se que poderia gerar um aumento de até 3 metros no nível do mar, representando uma ameaça significativa para comunidades costeiras em todo o mundo.


Os resultados deste estudo, liderado por cientistas da Universidade da Califórnia, Irvine, indicam um novo e alarmante fator que deve ser considerado nas projeções futuras relacionadas ao destino do Glaciar Thwaites. Utilizando dados de radar de satélite de alta resolução, os pesquisadores conseguiram mapear as mudanças na "linha de aterramento" da geleira, revelando a extensão do derretimento que ocorre sob a superfície do gelo.


Observou-se que a água do mar avança sob a geleira por vários quilômetros e, seguindo o ritmo das marés, retorna à superfície. Esse processo acelerado de intrusão oceânica está contribuindo significativamente para o derretimento das geleiras, pois a água do mar mais quente substitui a água doce, acelerando o processo de derretimento.


Embora essas descobertas tenham sido feitas especificamente em relação ao Glaciar Thwaites, os cientistas alertam que processos semelhantes podem estar ocorrendo em outras partes da Antártida. Isso destaca a necessidade urgente de incluir esses novos dados em modelos climáticos para uma avaliação mais precisa do futuro do gelo antártico e dos impactos potenciais no aumento do nível do mar.


A Antártida, um continente já conhecido por sua complexidade e isolamento, parece estar enfrentando uma mudança significativa de regime devido à crise climática. Estudos recentes indicam que eventos como a baixa recorde de gelo marinho na região estão sendo impulsionados por mudanças climáticas induzidas pelo homem, evidenciando a necessidade premente de ações globais para mitigar os impactos das mudanças climáticas e proteger o futuro de nosso planeta.

0 visualização0 comentário

Комментарии


bottom of page