A CLÍNICA DO RIM DA VITÓRIA VAI FECHAR?

Entrevistamos a Dr. Silvana Borborema e ela explicou o que esta acontecendo, assista a máteria completa e entenda.



Tivemos uma reunião com a Doutora Silvana Borborema na última terça-feira (16) na CRV – Clínica do Rim da Vitória, ela explicou a crise pela qual a Clínica esta passando devido à defasagem dos valores repassados pelo SUS, explicou que todas as Clinicas de hemodiálise estão passando pelo mesmo problema.


Hemodiálise é um sistema de filtragem do sangue, o paciente renal é um paciente que tem as funções dos rins paralisadas, as principais causas que levam o paciente ter problemas renais são hipertensão e diabetes. Quando o paciente tem os rins paralisados ele precisa fazer esse tratamento chamado hemodiálise que é para filtrar “porque o rim serve como um filtro do nosso sangue, quando o rim paralisa a gente precisa de um filtro artificial que é a hemodiálise. O rim filtra nosso sangue 24 horas, no caso do paciente renal ele precisa vir três vezes por semana na clínica fazer o tratamento, pontuou a Dra. Silvana.


Já havia uma defasagem nos repasses do SUS para cobrir as sessões de hemodiálise e com a PL 2564/20 da enfermagem, onde houve um reajuste do piso da categoria a situação se agravou ainda mais. De acordo com a doutora “o reajuste é justo para a categoria, mas o governo não aumentou o valor dos repasses para as clínicas. Não é de interesse da direção fechar a clínica, mas se não houver um reajuste da tabela SUS, ficará inviável manter o serviço.”


A doutora explicou que o custo de uma sessão de hemodiálise de acordo com estudos da ABCDT - (Associação Brasileira dos Centros de Diálise e Transplante) fica por R$ 326,41 e o Governo Federal paga apenas R$ 218,47 da uma diferença de custo valor de R$ 107,94, com o valor que vai ser reajustado para técnicos e enfermeiros a defasagem vai ficar em torno de 49,41% do valor que é repassado pelo SUS.


A clínica atende por mês 373 pacientes, grande maioria de moradores de Vitória e também das cidades circunvizinhas e conta com um quadro de 76 funcionários entre médicos, técnicos de enfermagem, enfermeiros, serviços gerais entre outros.


Outro problema enfrentado pela clinica é a demora dos repasses por parte do Governo do Estado, de acordo com a doutora os recursos vem do Governo Federal e o Estado fica responsável de repassa para as clínicas. A competência junho, por exemplo, o Governo do Estado recebeu da União no dia 22 de julho e só foi repassado o valor para a clínica no dia 15 de agosto.


Perguntamos a doutora se há algum canal de dialogo com o Governo do Estado para solucionar o problema?

Fomos informados que no dia 15 de agosto houve uma reunião com a Secretaria de Saúde do Estado de Pernambuco a Clínica do Rim da Vitória foi representada pela Dra. Suzana, também estiveram presentes gestores de outras clínicas.

Na ocasião foram apresentadas as pautas das clínicas de hemodiálise: Agilidade no repasse dos valores as clínicas; Contra partida financeira para as clínicas; Cobrar ao Ministério da Saúde reajuste da tabela SUS. Na reunião com a Secretaria de Saúde houve uma promessa do governo de ajudar, de agilizar os repasses e tentar da uma contra partida financeira, mas de acordo com a doutora já houve outras reuniões e não foi solucionado o problema.


A doutora ressaltou que o problema dos repasses não é apenas da clínica de Vitória todas as clínicas passam pela mesma dificuldade, e que se a clínica fechar os pacientes ficarão com risco de vida, a única fonte os recursos é o SUS e para continuar operando deve haver um reajuste no repasse.


“O Governo Federal precisa entender que há uma necessidade urgente de reajuste na tabela do SUS da hemodiálise, é uma questão de vida ou morte, pois pacientes renais não podem esperar uma semana para realizar a hemodiálise, ele morre! As autoridades do município na condição de representantes do povo os deputados de Vitória, o prefeito junto ao governador deveriam levantar essa bandeira e lutar por uma solução", pontuou a Dra Silvana Borborema.


25 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo