MÚMIA COM MAIS DE 800 ANOS É ACHADA NA REGIÃO DOS ANDES NO PERU


Arqueólogos da Universidade de San Marcos, de Lima (Peru), encontraram uma múmia em perfeitas condições no fim de semana no complexo arqueológico de Cajamarquilla, localizado a leste da capital do país. Os restos mortais datam de pelo menos 800 anos de idade, na época pré-incaica, informou a instituição em comunicado.

Descoberta múmia de pelo menos 800 anos no Peru

A múmia está em posição fetal, com as mãos no rosto e envolvida em cordas. Típico das regiões altas dos Andes, esse padrão de sepultamento comprovaria, de acordo com os pesquisadores, que aquele assentamento – um dos mais extensos da costa de Lima – teria coincidido com o período pré-hispânico tardio no litoral e nas montanhas, em que havia intercâmbio comercial entre os habitantes de ambas as áreas.


“O significado desse complexo arqueológico reside na sua localização estratégica, como controle e meio de interação das relações inter-regionais”, explica o comunicado.


Novas informações

A múmia foi encontrada dentro de uma câmara mortuária subterrânea de formato oval durante escavações dirigidas por Yomira Silvia Huamán Santillán, formada em arqueologia pela Universidade de San Marcos, e pelo professor Pieter Van Dalen Luna. Além do corpo, havia na câmara oferendas como peças de cerâmica, ferramentas de pedra e resíduos de vegetais.

Um estudo detalhado da múmia contribuirá para aprofundar o conhecimento sobre as práticas culturais desenvolvidas no período pré-hispânico tardio em Cajamarquilla. A investigação, apontam os pesquisadores, permitirá extrair mais informações sobre “suas interações com outros sítios do vale do Rímac [um dos três vales que cruzam Lima], as estratégias produtivas que possuía, bem como a situação hierárquica no tempo da chegada dos incas e da anexação desse território ao [império inca] Tawantinsuyo.


Fonte:Revista Planeta

3 visualizações0 comentário