NOTA DE ESCLARECIMENTO DO VEREADOR JOTA DOMINGOS SOBRE ABORDAGEM DE POLICIAIS MILITARES



Na noite desta sexta-feira (12/11) o Vereador e radialista Jota Domingos foi revistado por Policiais Militares e o vídeo se espalhou pelas redes sociais, entramos em contato com o parlamenta para maiores esclarecimentos e ele nos enviou uma nota, segue nota abaixo na integra.


NOTA DE REPÚDIO

EU, José Antônio Domingos venho manifestar o meu total repúdio e indignação pela maneira na qual, nesta sexta-feira, 12/11/2021, fui tratado de forma vexatória e ríspida, por efetivos da Polícia Militar de Pernambuco, na entrada da cidade de Vitória de Santo Antão – Avenida Henrique de Holanda, no momento em que no exercício da minha função de comunicador fui apurar informações de um crime no local supracitado.

Ocorre que, não sou contra em momento algum que a Polícia cumpra seu papel, mais não da forma truculenta que se deu. O fato se deu após a minha saída da Câmara Municipal de Vereadores, na qual também exerço o papel de legislador. Tal situação me deixa indignado e envergonhado.

Informo que irei acionar o Ministério Publico – MP e a Corregedoria Geral da Polícia Militar, para que se apure com ao vigor da lei o crime de abuso de autoridade cometido contra minha pessoa e presenciada por diversas transeuntes.

Comunico ainda que, em decorrência de ter ido ao local em razão de também ser radialista, colher informações públicas irei pedir que seja apurado assim, o crime de censura.

Ora, o Código de Ética dos Jornalistas Brasileiros, que tem como base ‘’o direito fundamental do cidadão à informação, que abrange direito de informar, de ser informado e de ter acesso à informação’’, deixa claro que ‘’o acesso à informação de relevante interesse público é um direito fundamental.’’

Deixo meu repúdio e peço a solidariedade dos companheiros vereadores e deputados vitorienses que me conhecem, em levar esse caso ao conhecimento das autoridades competente, para que seja apurado esse caso de forma célere e plausível.

Estamos atentos a expressões e atitudes desta natureza e não toleraremos em nenhuma hipótese tais práticas.

7 visualizações0 comentário