top of page
Post: Blog2 Post

Por que gelo queima? Entenda os efeitos das baixas temperaturas na pele e os riscos de desafios com influenciadores


Nos últimos anos, temos testemunhado uma preocupante tendência nas redes sociais: os desafios perigosos promovidos por influenciadores em busca de likes e engajamento. Um desses desafios, que ganhou destaque recentemente, envolve a imersão dos pés em um balde com gelo e sal grosso. No entanto, os resultados podem ser mais sérios do que muitos imaginam.


Três influenciadores foram vítimas de queimaduras de primeiro e segundo graus após participarem de uma prova em um reality show que envolvia essa prática. Mas por que o gelo, que normalmente associamos ao alívio de dores e inflamações, pode causar queimaduras tão graves?


Para compreender essa questão, é essencial entender que toda queimadura, seja ela causada pelo calor ou pelo frio, resulta em uma grande inflamação no corpo, especialmente na pele. Quando exposta ao frio intenso, a pele contrai os vasos sanguíneos, podendo levar ao congelamento dos tecidos.


O coordenador do núcleo de dermatologia do Hospital Sírio-Libanês, Reinaldo Tovo, compara a exposição da pele a baixas temperaturas com o congelamento de um líquido. Esse rompimento das células leva a um processo inflamatório, com vermelhidão e formação de bolhas, semelhante ao que ocorre em uma queimadura por calor.


Além do efeito superficial na pele, a queimadura com gelo pode ter um impacto mais significativo na circulação sanguínea. O cirurgião vascular Armando Lobato pontua que esse tipo de queimadura pode desencadear uma resposta inflamatória no corpo, o que afeta ainda mais a circulação.


Quanto mais profunda for a queimadura, maior o risco de feridas e até de necrose, quando o tecido morre devido à falta de oxigênio e nutrientes. Outro problema que pode ocorrer é uma reação conhecida como urticária ao frio, em que há coceira intensa e que pode se espalhar por todo o corpo.


No caso dos influenciadores, o uso do sal no balde de gelo pode ter agravado o quadro, intensificando os danos à pele, alerta Marcia Linhares, dermatologista titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD).


Os especialistas enfatizam a importância de agir rapidamente e de forma cautelosa em casos de queimaduras com gelo, para evitar complicações graves. Portanto, é fundamental estar ciente dos riscos associados a esses desafios imprudentes, pois a busca por likes não deve comprometer a saúde e a segurança das pessoas envolvidas.

5 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page