top of page
Post: Blog2 Post

Por unanimidade, TSE rejeita recursos do PT e PL para cassação do mandato do senador Sérgio Moro




Nesta terça-feira, 21 de maio, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) tomou uma decisão significativa ao rejeitar por unanimidade os recursos apresentados pelos partidos PT e PL, absolvendo o senador Sérgio Moro de todas as acusações de abuso de poder econômico, caixa 2 e uso indevido dos meios de comunicação durante a campanha eleitoral de 2022.


Os partidos haviam argumentado que Moro, ex-juiz da Lava Jato e uma figura central na política brasileira, teria se beneficiado de recursos não declarados e utilizado meios de comunicação de forma inadequada para influenciar o resultado eleitoral. Contudo, os ministros do TSE não encontraram provas suficientes que sustentassem essas alegações.


O julgamento, acompanhado de perto pela imprensa e por analistas políticos, reforça a posição de Moro no cenário político nacional. Ao termino do julgamento disse o senador: "Os boatos sobre a cassação de meu mandato foram exagerados. Em julgamento unânime, técnico e independente, o TSE rejeitou as ações que buscavam, com mentiras e falsidades, a cassação do meu mandato. Foram respeitadas a soberania popular e os votos de quase dois milhões de paranaenses. No Senado, casa legislativa que integro com orgulho, continuarei honrando a confiança dos meus eleitores e defendendo os interesses do Paraná e do Brasil."


Com essa absolvição, Moro mantém seu mandato no Senado e fortalece sua posição dentro do cenário político brasileiro, livre das acusações que poderiam comprometer sua carreira política e sua imagem pública.

1 visualização0 comentário

Comments


bottom of page