top of page
Post: Blog2 Post

Surpresa de Lula ao reconhecer a diversidade do Rio Grande do Sul em meio à calamidade


O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) Ricardo Stuckert/PR

Em um discurso proferido nesta quarta-feira (15), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) expressou sua surpresa ao constatar a significativa presença da população negra no estado do Rio Grande do Sul. Enquanto acompanhava reportagens sobre a devastação causada pelas fortes chuvas na região, Lula destacou sua admiração diante do número expressivo de indivíduos negros retratados nos relatos televisivos.


"É impressionante, eu não tinha noção que no Rio Grande do Sul tinha tanta gente negra. E no ‘Fantástico’ apareceu muita gente. Eu falei: ‘não é possível’. Aí a Janja me falou: ‘é porque são os mais pobres, é porque moram nos lugares mais arriscados de ser vítima dessas coisas’", afirmou o presidente.


A observação de Lula revela uma percepção inicialmente distante da realidade demográfica da região Sul do Brasil. Tradicionalmente conhecida por ser a área com a maior proporção de brancos no país, segundo dados recentes do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Rio Grande do Sul apresenta uma realidade demográfica diversificada e multifacetada.


Conforme o Censo de 2022, o estado registra a maior proporção de pessoas autodeclaradas brancas em comparação com o restante do país, totalizando 78,4% da população. No entanto, a presença significativa de indivíduos negros, evidenciada durante a cobertura das consequências das chuvas, revela nuances importantes sobre a distribuição populacional e socioeconômica na região.


A visita de Lula ao estado nesta quarta-feira teve como objetivo anunciar medidas emergenciais do governo federal para auxiliar a população gaúcha diante das severas chuvas e enchentes que afetaram centenas de municípios. Até o momento, as autoridades confirmaram o trágico saldo de 149 mortes, além de 108 pessoas desaparecidas, desde o início dos eventos climáticos extremos no Rio Grande do Sul.


O reconhecimento de Lula da diversidade étnico-racial da população gaúcha, especialmente em um contexto de desastre natural, ressalta a importância de considerar e abordar as disparidades socioeconômicas e as vulnerabilidades enfrentadas por comunidades historicamente marginalizadas, independentemente de sua localização geográfica.

0 visualização0 comentário

Comentarios


bottom of page